O dólar alto faz muita gente rever o sonho de conhecer outros países. Afinal, dependendo de como for, uma viagem internacional pode abrir um rombo em qualquer orçamento. No entanto, com planejamento e organização é possível diminuir consideravelmente esses gastos.

Confira algumas dicas:

1 – Evite viajar na alta temporada

Se for possível, evite tirar férias no período de alta temporada. Além de aproveitar melhor o destino sem tantos turistas, é possível encontrar passagens e hospedagens com valores mais acessíveis.

littlehenrabi/istock

Créditos: littlehenrabi/istock

Se quiser viajar mais barato, opte por meses em que há menos procura

2 – Pesquise na hora de comprar moeda estrangeira

É fundamental pesquisar as melhores opções de câmbio na hora de comprar a moeda estrangeira. A variação pode chegar até 15% de uma casa de câmbio para outra. Para facilitar a pesquisa, o site BoaTaxa procura os melhores preços praticados entre as corretoras de câmbio cadastradas e os apresenta em formato de ranking.

3 – Planeje o seu roteiro com antecedência

Esqueça os pacotes fechados de agências. Está certo que eles oferecem muito mais comodidade, mas o custo por isso é caro.  Então, decida e feche tudo por conta própria. Não sem antes pesquisar muito.  Vale ler blogs e fóruns de viagem, conversar com amigos que conhecem o destino e comprar guias.

Nessas buscas, você certamente vai descobrir que existem passes para as principais atrações, o que pode ser mais econômico caso você tenha interesse em visitar esses lugares. Em suas pesquisas, você também vai encontrar diversas atrações gratuitas.

4 – Use e abuse do transporte público

WanderWomen/istock

Esqueça o táxi! Nada mais vai te fazer se sentir um local do que experimentar o transporte público das cidades que você visitar. Sem falar da economia. Ônibus, metrô, trem e, em alguns casos, balsas te levam aos principais lugares de interesse turístico em quase todos os países.

Muitas vezes, também vale mais a pena comprar um ticket de longa duração do que comprar um bilhete por dia ou passe por trecho. Por isso, informe-se sobre a existência dessas opções e coloque na ponta do lápis para vai pesar menos no seu bolso.

5 – Nada de ligações com o celular

No fim da viagem, ao retornar aos seus países, muitos turistas acabam tendo uma surpresa desagradável ao receber a conta de telefone. Isso porque atendem e efetuam ligações sem saber o quão exorbitantes são os preços. Para não se arrepender depois, opte pelo WhatsApp, Skype e Facetime.

6- Aproveite o wi-fi gratuito

Para economizar uns trocados a mais, use sempre que possível wi-fi gratuito dos estabelecimentos. Vários aeroportos  do mundo todo possuem o serviço gratuito limitado a 15 ou 30 minutos. Tempo suficiente para mandar aquele e-mail urgente, conferir as redes sociais e postar aquela foto bonita da viagem. Fique sempre atento nesses lugares.

Quer economizar ainda mais? Aqui neste link mochileiros revelam outras maneiras de viajar com pouco dinheiro.