Está a procura de uma aplicação de pouco risco para investir suas economias, mas não sabe qual é a diferença entre elas? A caderneta de poupança ainda é a preferida dos brasileiros, mas já não é a alternativa mais rentável dentro da renda fixa para os pequenos poupadores.

Uma matéria do Estadão explica quais são as vantagens, os riscos e as características distintas de cada investimento. O CDI (Certificado de Depósito Interbancário), taxa que serve de parâmetro para grande parte dos investimentos conservadores, acumula alta de 2,77% em 2016, percentual elevado para o começo do ano.

iStock/tuk69tuk

iStock/tuk69tuk

Cada aplicação tem suas vantagens e desvantagens e é indicada para investidores conservadores e iniciantes

O juro alto chama atenção de investidores e a demanda pelo Tesouro Direto e por títulos bancários, como LCI (Letras de Crédito Imobiliário), está crescendo. Apesar disso, a escolha do título ainda gera dúvidas. Cada aplicação tem suas vantagens e desvantagens distintas e é indicada para cada investidores conservadores e iniciantes.

Veja a seguir as características de cada uma e escolha qual é a que mais indicada para o seu perfil:

Tesouro direto

As vantagens de investir no Tesouro Direto

Títulos públicos, vendidos a pequenos investidores por meio do Tesouro Direto, são a dívida do governo com poupadores e garantidos pelo Tesouro Nacional. Os prefixados hoje têm altas taxas, enquanto os pós-fixados seguem a taxa Selic e não têm risco de perda por volatilidade do preço. Se a Selic cair, os prefixados ficam mais valorizados. Se subir e o investidor tiver de vender os papéis antes do vencimento, podem gerar prejuízo.

CDB

O Certificado de Depósito Bancário representa a dívida do banco com o investidor. Em troca, o “empréstimo” é pago com um juro, geralmente um percentual do CDI. Esse título é indicado a investidores mais conservadores, que desejam ganhar algo próximo ao juro médio da economia (Selic), pois a maioria é pós-fixada.  A desvantagem é que para conseguir taxas elevadas, próximas ou maiores que 100% do CDI, é preciso investir grandes quantias, acima de R$ 100 mil.

LCI

Já a Letra de Crédito Imobiliário é um título de dívida bancária na maioria das vezes pós-fixada, assim como o CDB. A principal diferença para o CDB é que na LCI as pessoas são isentas de Imposto renda. De modo geral, os bancos oferecem um percentual menor do CDI nas letras, então o investidor tem de fazer as contas.

Poupança

Apesar de ser popular entre os brasileiros, a tradicional caderneta de poupança não é a alternativa mais rentável. A remuneração é baixa, de 0,5% ao mês mais Taxa Referencial, o que resulta em cerca de 8% ao ano hoje. Além disso, a rentabilidade não é diária ocorre apenas no aniversário do mês. Isso significa que se o investidor aplicar o dinheiro e decidir sacá-lo antes de completar 30 dias, não terá nenhum retorno.